No segundo “briefing” do dia da Autoridade Nacional de Proteção Civil (ANPC), a adjunta nacional de operações, Patrícia Gaspar, disse que só hoje deflagraram 176 incêndios, mas explicou que os mais preocupantes, além do que ocorre em Ferreira do Zêzere e agora Vila de Rei, são os que lavram na Mealhada (Aveiro), Alvaiázere (Leiria) e Carvalhosas (Coimbra).

Às 17:00 a Proteção Civil registava 16 ocorrências, que envolviam quase 2.300 bombeiros, auxiliados por meio milhar de viaturas e 31 meios aéreos.

Na sequência do pedido de ajuda (Mecanismo Europeu de Proteção Civil) de Portugal estão já a operar no incêndio de Ferreira do Zêzere três meios aéreos espanhóis (um pesado e dois médios).

De acordo com Patrícia Gaspar, estão esta tarde a ser evacuadas aldeias na zona de Vila de Rei, com as pessoas a ser levadas para a residência de estudantes e para a casa paroquial de Vila de Rei.

No distrito de Coimbra também foram retiradas de casa mais uma centena de pessoas, neste caso, como no anterior, como medida de precaução, explicou a responsável.

Na sequência do grande número de incêndios nos últimos dias já se registaram 42 feridos, “dois ou três” hoje mesmo, segundo o balanço de Patrícia Gaspar, frisando que da totalidade de feridos 39 são ligeiros e que três são mais graves, mas que mesmo assim não inspiram cuidados.

Às 19:00 estava encerrada ao trânsito o troço entre Pias e Alvaiázere da autoestrada 13 (A13), além de várias outras nacionais e municipais.

Mantém-se ativo o Plano de Emergência Distrital de Coimbra.

Newsletter

As notí­cias não escolhem hora, mas o seu tempo é precioso. O SAPO 24 leva ao seu email a informação que realmente importa comentada pelos nossos cronistas.

Notificações

Porque as noticias não escolhem hora e o seu tempo é precioso.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.