Segundo Fernando Jorge, o aumento do vento, os reacendimentos e as projeções agravaram a situação durante a tarde, com várias aldeias em risco.

As localidades de Cardosa, Silvosa, Vinha e Sarnadas de São Simão estão ameaçadas pelas chamas, embora ainda não tenha sido dada ordem para retirar os habitantes, referiu o autarca.

O presidente do município de Oleiros disse ainda que a Serra de Muradal está tomada pelas chamas e que uma das frentes de fogo avança em direção ao concelho vizinho do Fundão.

Fernando Jorge não sabe ainda precisar a área ardida até ao momento no concelho, mas salientou que, só na freguesia de Orvalho, arderam 5.000 hectares de floresta.

O autarca adiantou também que o incêndio que deflagrou na quarta-feira em Selada das Pedras, freguesia de Cambas, se juntou a um outro que teve início às 00:53 de hoje em Poeiros, freguesia do Estreito/Vilar Barroco.

Às 17:20, as chamas eram combatidas por 562 operacionais, apoiados por 164 meios terrestres e 13 meios aéreos.

Newsletter

As notí­cias não escolhem hora, mas o seu tempo é precioso. O SAPO 24 leva ao seu email a informação que realmente importa comentada pelos nossos cronistas.

Notificações

Porque as noticias não escolhem hora e o seu tempo é precioso.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.