Segundo a fonte, o fogo em Abrunhosa-a Velha reativou ao final da tarde de hoje, estando a ser combatido por 166 operacionais, apoiados por 50 meios terrestres e um meio aéreo.

O fogo em Póvoa de Cervães mantém-se, encontrando-se no teatro de operações às 19:00 de hoje 197 operacionais, apoiados por 59 meios terrestres e quatro meios aéreos.

"Neste fogo tivemos situações pontuais em que foi necessário reforçar a defesa de algumas habitações, nomeadamente em Chãs de Tavares, mas a situação está controlada e ultrapassada, sem vítimas a registar. As únicas casas afetadas são as duas de ontem [domingo], em que os habitantes foram deslocados para casas de familiares", explicou.

A ANPC referiu, ainda, que a dificultar o combate nestes dois incêndios do concelho de Mangualde está o aumento do vento, que "provocou algumas projeções".

"Foi necessário reposicionar meios neste teatro de operações e é isso que estamos a fazer", concluiu.

Estes incêndios deflagraram no domingo cerca das 16:00.

Porque o seu tempo é precioso.

Subscreva a newsletter do SAPO 24.

Porque as notícias não escolhem hora.

Ative as notificações do SAPO 24.

Saiba sempre do que se fala.

Siga o SAPO 24 nas redes sociais. Use a #SAPO24 nas suas publicações.