Manuel Broustail, de 31 anos, que esteve três meses em prisão domiciliar na França, foi preso no domingo em Fez, onde as autoridades descobriram o conteúdo de sua bagagem. 

As autoridades avançam que o homem é convertido ao Islão e pode ter sido radicalizado. O suspeito viajou num voo direto para Marrocos a partir do aeroporto de Nantes.

Desde os atentados de novembro do ano passado em Paris, que causaram 130 mortos, o país ainda está em estado de emergência, o que implica uma segurança mais apertada, entre outras medidas. Ainda assim, este homem conseguiu embarcar a bagagem de porão com, pelo menos, quatro facas de cozinha, um machete, dois canivetes, umas matracas retráteis, um capuz negro e uma botija de gás, de acordo com uma fotografia divulgada pelos media marroquinos.

As autoridades francesas afirmaram que a bagagem de mão foi controlada no embarque e não levantou suspeitas. Já a bagagem de porão foi controlada pelos deterores eletrónicos. As autoridades francesas asseguram que "todos os procedimentos de segurança foram respeitados" no aeroporto de Nantes.

Porque o seu tempo é precioso.

Subscreva a newsletter do SAPO 24.

Porque as notícias não escolhem hora.

Ative as notificações do SAPO 24.

Saiba sempre do que se fala.

Siga o SAPO 24 nas redes sociais. Use a #SAPO24 nas suas publicações.