Meio ano após o lançamento público, a Fundação José Neves já investiu mais de 320 mil euros no pagamento de propinas a 45 alunos que se candidataram ao programa de bolsas reembolsáveis ISA FJN — um apoio para potenciar o acesso à educação —, anunciou, em comunicado de imprensa, a Fundação criada pelo empreendedor e fundador da Farfetch, unicórnio português avaliado em 22 mil milhões de dólares.

Até à data, o programa baseado no modelo de acordo de partilha de rendimentos (Income Share Agreement) contabiliza 600 candidaturas recebidas.

Carlos Oliveira, Presidente Executivo da Fundação José Neves, aponta metas para 2021: "chegar pelo menos aos 2,5 milhões de euros de investimento em propinas". O antigo Secretário de Estado do Empreendedorismo, ex-CEO da Mobicomp, congratulou-se pelo facto de os "primeiros alunos" estarem a "concluir a sua formação e que o mercado de trabalho comece a incorporar nos seus quadros os estudantes apoiados pelo programa ISA da Fundação José Neves", numa referência aos "quatro alunos que já concluíram a formação" e a "um que obteve emprego na área da formação realizada", conforme anunciado na nota informativa.

A Fundação criada por José Neves, fundador da Farfetch, plataforma de venda online de moda de luxo, irá, até 2022, disponibilizar 5 milhões de euros para apoios "no acesso à educação", estimando abranger 1.500 alunos.

Homens, entre os 25 e 44 anos, e com formação superior. O retrato da maioria dos candidatos

Na nota divulgada, lê-se ainda que "63% das candidaturas aprovadas" são de alunos do sexo masculino e "73% têm idades compreendidas entre os 25 e os 44 anos". A grande maioria tem formação superior.

O programa de bolsas reembolsáveis está disponível em mais de 131 cursos de 26 instituições de ensino, como universidades, politécnicos e escolas de formação prática e intensiva. O Porto Business School, a Faculdade de Ciências da Universidade de Lisboa e a Academia de Código são as instituições de ensino parceiras da Fundação que geraram mais candidaturas aos ISA FJN.

Porque o seu tempo é precioso.

Subscreva a newsletter do SAPO 24.

Porque as notícias não escolhem hora.

Ative as notificações do SAPO 24.

Saiba sempre do que se fala.

Siga o SAPO 24 nas redes sociais. Use a #SAPO24 nas suas publicações.