“Pede-se à população que tenha sofrido danos com a passagem do furacão Leslie que comunique, com urgência, na Junta de Freguesia da área de residência ou na Câmara Municipal de Montemor-o-Velho, uma relação dos danos sofridos em habitações (de 1.ª residência), indústrias, comércios, serviços e no setor agrícola”, refere a Câmara.

Esta “relação dos prejuízos deverá conter a identificação, localização e uma breve descrição dos danos causados pelo furacão, um registo fotográfico (em suporte digital) e uma estimativa de custos”, lê-se também.

Os elementos devem ser comunicados ainda hoje para a que o município os possa reportar à Comissão de Coordenação e Desenvolvimento Regional do Centro e ao Governo para avaliação.

A passagem do furacão Leslie por Portugal, no sábado e domingo, onde chegou como tempestade tropical, provocou 28 feridos ligeiros e 61 desalojados.

A Proteção Civil mobilizou 8.217 operacionais, que tiverem de responder a 2.495 ocorrências, sobretudo queda de árvores e de estruturas e deslizamento de terras.

O distrito mais afetado pelo Leslie foi o de Coimbra, onde a tempestade, com um "percurso muito errático", se fez sentir com maior intensidade, segundo a Autoridade Nacional de Proteção Civil (ANPC).

Na Figueira da Foz, uma rajada de vento atingiu os cerca de 176 quilómetros por hora no sábado à noite, valor mais elevado registado em Portugal, de acordo com o Instituto Português do Mar e da Atmosfera (IPMA).

No domingo à noite, a Altice Portugal revelou que cerca de 50 mil clientes da rede fixa estavam com serviços afetados, na sequência da tempestade.

Já a EDP Distribuição declarou no domingo o Estado de Emergência para o distrito de Coimbra, o mais grave previsto no seu plano de atuação, e admitiu recorrer a meios internacionais para reparar os danos causados pela tempestade tropical Leslie.

Mais de 100 mil consumidores estavam sem energia elétrica na tarde de domingo.

Newsletter

As notí­cias não escolhem hora, mas o seu tempo é precioso. O SAPO 24 leva ao seu email a informação que realmente importa comentada pelos nossos cronistas.

Notificações

Porque as noticias não escolhem hora e o seu tempo é precioso.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.