Em comunicado, a GNR refere que, "no seguimento de uma ação de patrulhamento no âmbito da Operação Floresta Segura, os militares verificaram uma coluna de fumo, tendo ido ao local onde deflagrava um incêndio resultante de uma queimada sem licenciamento".

Segundo a GNR, a queimada descontrolou-se, "tendo consumido uma área de um hectare de mato e pinheiros".

"A realização de queimadas só é permitida fora do período crítico e desde que o índice de risco temporal de incêndio seja inferior ao nível elevado, sendo obrigatório o licenciamento na respetiva câmara municipal ou pela junta de freguesia, se a esta for concedida delegação de competências", explica a GNR.

A queimada deve ser realizada "na presença de técnico credenciado em fogo controlado ou, na sua ausência, de equipa de bombeiros ou de equipa de sapadores florestais", acrescenta.

Porque o seu tempo é precioso.

Subscreva a newsletter do SAPO 24.

Porque as notícias não escolhem hora.

Ative as notificações do SAPO 24.

Saiba sempre do que se fala.

Siga o SAPO 24 nas redes sociais. Use a #SAPO24 nas suas publicações.