Na operação semelhante realizada em 2015, a GNR registou 59 crimes, deteve 71 pessoas, identificou 483 e procedeu a 297 contraordenações, refere um comunicado da GNR.

O ano passado, os ilícitos mais registados foram o furto de azeitona (19,2 toneladas), de metais não preciosos (165 quilogramas) e de pinha mansa (100 quilogramas).

A operação, que irá decorrer até 31 de janeiro de 2017, mobiliza militares dos comandos territoriais, do Serviço da Proteção da Natureza e Ambiente (SEPNA), da investigação criminal e dos núcleos de Programas Especiais.

Porque o seu tempo é precioso.

Subscreva a newsletter do SAPO 24.

Porque as notícias não escolhem hora.

Ative as notificações do SAPO 24.

Saiba sempre do que se fala.

Siga o SAPO 24 nas redes sociais. Use a #SAPO24 nas suas publicações.