Em comunicado enviado às redações, a GNR informou que "o Comando Territorial de Santarém, através do Núcleo de Proteção Ambiental (NPA) de Coruche, ontem, dia 7 de junho, resgatou uma águia-de-asa-redonda (Buteo buteo), no concelho de Coruche".

Assim, "no seguimento de uma ação de fiscalização direcionada para as condições sanitárias e licenciamento para a detenção de animais, os elementos do NPA detetaram a ave juvenil, cuja espécie é protegida pela Convenção de Berna sobre a Vida Selvagem e os seus Habitats Naturais na Europa, que se encontrava em cativeiro".

No seguimento da investigação, foi já "identificado o proprietário, tendo sido elaborado um auto de contraordenação por detenção de espécie protegida" e a ave foi "entregue ao Instituto da Conservação da Natureza e das Floresta (ICNF), localizado na Reserva Natural do Estuário do Tejo, em Alcochete, para monitorização do seu estado de saúde, recuperação e posterior libertação ao seu habitat natural".

Já no dia de hoje, 8 de junho, a GNR informou que o Comando Territorial de Castelo Branco, através do Núcleo de Proteção Ambiental da Covilhã, "resgatou uma raposa-vermelha (Vulpes vulpes), no concelho de Covilhã.

"Na sequência de um alerta a dar conta que se encontrava uma raposa presa numa vedação, os elementos do NPA deslocaram-se de imediato para o local e, ao localizarem o espécime, efetuaram o seu resgate", pode ler-se em comunicado.

As autoridades referiram ainda que "no decorrer da ação constataram que a raposa estava ferida e incapacitada para andar, tendo sido transportada para o Centro de Estudos e Recuperação de Animais Selvagens de Castelo Branco (CERAS), para monitorização e recuperação do seu estado de saúde e posterior libertação ao seu habitat natural".


A Guarda Nacional Republicana, através do Serviço da Proteção da Natureza e do Ambiente (SEPNA), tem como preocupação diária a proteção dos animais. Para o efeito, poderá ser utilizada a Linha SOS Ambiente e Território (808 200 520) funcionando em permanência para a denúncia de infrações ou esclarecimento de dúvidas.

Porque o seu tempo é precioso.

Subscreva a newsletter do SAPO 24.

Porque as notícias não escolhem hora.

Ative as notificações do SAPO 24.

Saiba sempre do que se fala.

Siga o SAPO 24 nas redes sociais. Use a #SAPO24 nas suas publicações.