A ministra de Indústria, Comércio e Turismo, Reyes Maroto, presidiu hoje à Mesa da Automação, realizada em Valladolid, em que se analisou o primeiro Projeto Estratégico para a Recuperação e Transformação Económica (PERTE), aprovado pelo governo central, que é o do Veículo Elétrico e Conectado.

A ministra disse aos jornalistas, antes do início da reunião que teve com dirigentes das autonomias e representantes empresariais, que a reunião visava “falar do futuro”, de forma a converter Espanha em líder da transformação do setor automóvel.

“Temos os recursos, os atores e a ambição para o fazer”, garantiu Maroto, que realçou o facto de a reunião se realizar em Castela e Leão, uma autonomia com um importante ecossistema de agentes e presença de três fabricantes: Renault, Fiat Iveco y Nissan.

A ministra classificou o PERTE de “oportunidade” para aproveitar recursos e fazer a transformação “que a sociedade reclama”, a saber, avançou, “uma mobilidade mais sustentável”.

O PERTE vai mobilizar 4,3 mil milhões de euros de investimento público e deve conduzir a um investimento total superior a 19 mil milhões.

Porque o seu tempo é precioso.

Subscreva a newsletter do SAPO 24.

Porque as notícias não escolhem hora.

Ative as notificações do SAPO 24.

Saiba sempre do que se fala.

Siga o SAPO 24 nas redes sociais. Use a #SAPO24 nas suas publicações.