“Serguei Shoigu informou o comandante supremo das forças armadas russas, Vladimir Putin, da libertação da república popular de Lugansk”, diz um comunicado do ministério da Defesa citado pelas agências russas.

As forças russas e os seus aliados separatistas tomaram “o controlo completo de Lisichansk e outras cidades próximas, entre as quais Belogorovka, Novodroujesk, Maloriazantsevo e Belaya Gora”, acrescenta o comunicado citado pela AFP, que ressalva não ter podido verificar estas informações de forma independente.

Minutos antes deste anúncio, o porta-voz do ministério russo da Defesa, Igor Konachenkov, tinha dito, por seu lado, que os combates continuavam em Lisichansk e que as forças ucranianas estavam completamente cercadas.

O governador ucraniano da região de Lugansk, Serguiy Gayday, afirmou hoje na plataforma digital de mensagens ‘Telegram’ que “os russos reforçaram as suas posições na região de Lisichansk”.

Porque o seu tempo é precioso.

Subscreva a newsletter do SAPO 24.

Porque as notícias não escolhem hora.

Ative as notificações do SAPO 24.

Saiba sempre do que se fala.

Siga o SAPO 24 nas redes sociais. Use a #SAPO24 nas suas publicações.