Em comunicado, a FBAC adiantou que Ignacio Barcia Rodríguez, da Faculdade de Belas Artes de Pontevedra da Universidade de Vigo, foi nomeado vice-presidente e que Rute Rosas, da Faculdade de Belas Artes da Universidade do Porto, vai ser a secretária do conselho científico.

Segundo a FBAC, "este órgão tem como competências dar parecer sobre a política cultural da atividade expositiva e divulgação, dar parecer sobre qualquer matéria de interesse da fundação, desde que lhe seja pedido pelo conselho diretivo e propor a realização de atividades culturais e a aquisição de novas peças".

A Bienal Internacional de Arte de Cerveira, a mais antiga da península Ibérica, realiza-se desde 1978.

Em 2018, decorreu entre 15 de julho e 16 de setembro e recebeu 100 mil visitantes. A 20.ª edição apresentou de mais de 600 obras, de 500 artistas de 35 países em 8.300 metros quadrados, num total de 14 espaços expositivos.

O pintor Henrique Silva foi diretor da bienal de Vila Nova de Cerveira (distrito de Viana do Castelo) entre 1995 e 2007, e vice-presidente da FBAC e coordenador cultural entre 2013-2015.

Em dezembro de 2016 foi nomeado presidente do conselho de fundadores da FBAC.

Atualmente é diretor do curso de Artes Plásticas e Multimédia na Escola Superior Gallaecia, situada em Vila Nova de Cerveira.

Expõe regularmente desde 1958, tendo realizado mais de 50 exposições individuais em França, Espanha, Bélgica, Suíça, Brasil e Portugal, e mais de 200 exposições coletivas entre a Europa, América e Japão.

Porque o seu tempo é precioso.

Subscreva a newsletter do SAPO 24.

Porque as notícias não escolhem hora.

Ative as notificações do SAPO 24.

Saiba sempre do que se fala.

Siga o SAPO 24 nas redes sociais. Use a #SAPO24 nas suas publicações.