O homicida saltou o muro da residência, localizada no Jardim Aurélia, em Campinas, onde decorria uma festa de final de ano, entrou na sala principal e começou a disparar indiscriminadamente com uma pistola.

Além das 12 vítimas da mesma família, ficaram feridas três pessoas.

O agressor, de 40 anos, estava em processo de divórcio e não aceitava a separação.

Depois de ter matado e ferido os participantes na festa, nove dos quais eram mulheres, o homem disparou contra si próprio.

Newsletter

As notí­cias não escolhem hora, mas o seu tempo é precioso. O SAPO 24 leva ao seu email a informação que realmente importa comentada pelos nossos cronistas.

Notificações

Porque as noticias não escolhem hora e o seu tempo é precioso.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.