“Entrámos no apartamento e descobrimos que as quatro crianças aparentemente mortas a tiro pelo suspeito”, explicou o chefe da Polícia de Orlando, John Mina, em conferência de imprensa.

“Não sabemos quando as crianças morreram. Tinham 01, 06, 10 e 11 anos de idade”, disse.

O incidente começou no domingo à noite, quando a namorada do suspeito, identificado como Gary Wayne Lindsey Jr., 35 ano e com cadastro em crimes de incêndios e outros delitos, chamou a polícia por violência doméstica.

A mulher tinha fugido do apartamento, deixando para trás as quatro crianças, dois filhos seus e os outros dois de Gary Lindsey.

Quando as autoridades chegaram ao complexo de apartamentos para tomar conta da ocorrência, o suspeito abriu fogo e feriu gravemente um dos agentes, tendo-se barricado em casa.

Após horas de negociação, um dos agentes da polícia viu o corpo de uma das crianças dentro do apartamento já sem vida.

As autoridades decidiram então entrar e encontraram as crianças e Gary Lindsey mortos.

Porque o seu tempo é precioso.

Subscreva a newsletter do SAPO 24.

Porque as notícias não escolhem hora.

Ative as notificações do SAPO 24.

Saiba sempre do que se fala.

Siga o SAPO 24 nas redes sociais. Use a #SAPO24 nas suas publicações.