Em declarações à Lusa, o comandante Cruz Martins explicou que o homem tinha o hábito de praticar desporto, nomeadamente natação, com um grupo de amigos na praia de Matosinhos.

“O grupo de desportistas, que nadava em paralelo à costa, apercebeu-se que a vítima estava inanimada. Retiraram-na de imediato da água e chamaram os meios de emergência. Ainda foram tentadas manobras de reanimação, mas sem sucesso”, acrescentou Cruz Martins.

Aparentemente, o homem terá sido vítima de doença súbita, mas “só a autópsia irá esclarecer a causa da morte”.

Ao local foi chamada a Polícia Judiciária para apurar se há ou não matéria para investigação.

Newsletter

As notí­cias não escolhem hora, mas o seu tempo é precioso. O SAPO 24 leva ao seu email a informação que realmente importa comentada pelos nossos cronistas.

Notificações

Porque as noticias não escolhem hora e o seu tempo é precioso.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.