O financiamento para aquisição dos novos equipamentos, que deverá estar concluída até final de outubro deste ano, será assegurado em 50% pelo FEDER - Fundo Europeu de Desenvolvimento Regional, sendo os restantes 50% da responsabilidade do Centro Hospitalar de Setúbal.

A aquisição de quatro marquesas automáticas, no valor de 400 mil euros, é uma das medidas que vão ser executadas até 31 de outubro, para remodelação do bloco operatório central e melhoria da prestação de cuidados de saúde aos utentes.

Segundo informação do Centro Hospitalar de Setúbal, que integra os hospitais de São Bernardo e do Outão, as novas marquesas automáticas não só permitem aumentar a capacidade de resposta do bloco operatório central, como também vão proporcionar melhores condições de conforto aos utentes e profissionais da saúde, uma vez que "permitem um posicionamento mais fácil e adequado para os procedimentos cirúrgicos".

Os novos equipamentos incluem também um eletroconvulsor (30.135 euros), um microscópio (100.181,29 euros), um ecoendoscópio linear para o serviço de gastro (86.100,00 euros), duas cadeiras de estomatologia (24.949,32 euros) e um vídeo refratómetro portátil (6.795,75 euros).

Está ainda prevista a aquisição de 15 monitores de sinais vitais e uma central de telemetria para a oncologia (20.602,50 euros), um aparelho de fortalecimento muscular e conjunto de mangas insufláveis (8.231,64 euros), um aparelho de dermatoscopia digital/oncologia (16.605,00 euros), uma sonda ecocardiografia fetal e respetivo ‘software’ (7.000 euros), dois cistoscópios flexíveis/oncologia (21.147,86 euros) e um ‘upgrade’ do sistema ‘xcelera’ (22.857,48 euros).

Porque o seu tempo é precioso.

Subscreva a newsletter do SAPO 24.

Porque as notícias não escolhem hora.

Ative as notificações do SAPO 24.

Saiba sempre do que se fala.

Siga o SAPO 24 nas redes sociais. Use a #SAPO24 nas suas publicações.