"Este é o primeiro caso de covid-19 causado pela variante Ómicron detetado nos Estados Unidos", disse o especialista Anthony Fauci, na Casa Branca, explicando que se trata de uma pessoa que regressou da África do Sul no dia 22 de novembro e deu positivo no dia 29.

A administração de Joe Biden restringiu no final de novembro as viagens da África Austral, onde a variante do coronavírus, que provoca a doença covid-19, foi identificada pela primeira vez e onde se começou a generalizar. Foram também identificados clusters de casos em cerca de duas dúzias de outras nações.

Nos Estados Unidos, os Centros de Controlo e Prevenção de Doenças estão a tomar medidas para reforçar as regras de testes para viajantes do estrangeiro e consideram também a possibilidade de exigir testes após a chegada ao país.

No entanto, segundo os especialistas as medidas apenas servem para “ganhar tempo”, para que os cientistas aprendam mais sobre a nova variante e sobre as precauções a serem tomadas.

Até agora ainda falta informação sobre a nova variante, incluindo se é mais contagiosa do que as estirpes anteriores, se torna as pessoas mais gravemente doentes, ou se as vacinas não são tão eficazes com ela.

Anthony Fauci, o maior especialista em doenças infeciosas dos Estados Unidos, disse que dentro de duas semanas se saberá mais sobre a variante Ómicron.

O anúncio do primeiro caso nos Estados Unidos surge quando o Presidente, Joe Biden, está a delinear a estratégia para combater o vírus durante o inverno. Joe Biden tentou acalmar o alarme sobre a variante Ómicron, dizendo que era um motivo de preocupação mas "não um motivo de pânico".

Joe Biden e os responsáveis pela saúde pública tornaram mais insistentes os apelos para que os americanos sejam vacinados, e para que os que já foram tomem doses de reforço.

Porque o seu tempo é precioso.

Subscreva a newsletter do SAPO 24.

Porque as notícias não escolhem hora.

Ative as notificações do SAPO 24.

Saiba sempre do que se fala.

Siga o SAPO 24 nas redes sociais. Use a #SAPO24 nas suas publicações.