A Conferência Episcopal Portuguesa (CEP) decidiu hoje, "tendo consciência da extrema gravidade da situação pandémica que estamos a viver no nosso País", suspender a "celebração 'pública' da Eucaristia a partir de 23 de janeiro de 2021".

Além disso, está também determinada "a suspensão de catequeses e outras atividades pastorais que impliquem contacto, até novas orientações. "As Dioceses das Regiões Autónomas dos Açores e da Madeira darão orientações próprias", é explicado.

De acordo com o comunicado da CEP, "estas medidas devem ser complementadas com as possíveis ofertas celebrativas, transmitidas em direto por via digital".

No que diz respeito ao funerais, os bispos referem que "as exéquias cristãs devem ser celebradas de acordo com as orientações da Conferência Episcopal de 8 de maio de 2020 e das autoridades competentes".

No final da mensagem, a Conferência Episcopal Portuguesa exprime "especial consideração, estima e gratidão a quantos, na linha da frente dos hospitais e em todo o sistema de saúde, continuam a lutar com extrema dedicação para salvar as vidas em risco".

"Que Deus abençoe este inestimável testemunho de humanidade e generosidade e que eles possam contar com a solidariedade coerente e responsável de todos os cidadãos, a fim de que, com a colaboração de todos, possamos superar esta gravíssima crise e construir um mundo mais solidário, fraterno e responsável", pode ler-se.

Neste sentido, é pedido que "a nível individual, nas famílias e nas comunidades, se mantenha uma atitude de constante oração a Deus pelas vítimas mortais da pandemia".

Porque o seu tempo é precioso.

Subscreva a newsletter do SAPO 24.

Porque as notícias não escolhem hora.

Ative as notificações do SAPO 24.

Saiba sempre do que se fala.

Siga o SAPO 24 nas redes sociais. Use a #SAPO24 nas suas publicações.