Fonte do Comando de Operações de Socorro de Castelo Branco disse à agência Lusa que os ferimentos em causa são "queimaduras ligeiras num braço".

Quanto à habitação, explicou que o interior da casa era essencialmente de madeira e que esta acabou "totalmente tomada pelas chamas", tendo ficado "sem condições de habitabilidade".

Contactado pela agência Lusa, o vice-presidente da Câmara do Fundão, Miguel Gavinhos, confirmou que a casa ficou inabitável, pelo que autarquia irá acompanhar o processo de realojamento do homem que ali vivia.

"Tivemos no local os técnicos da Proteção Civil Municipal e do serviço de Ação Municipal da autarquia e, naturalmente, vamos prestar todo o apoio que seja necessário no processo de eventual realojamento deste homem", apontou.

O fogo começou cerca das 10:45 e foi dado como dominado às 12:06. No local estiveram os Bombeiros do Fundão, com 23 operacionais e nove veículos.

Porque o seu tempo é precioso.

Subscreva a newsletter do SAPO 24.

Porque as notícias não escolhem hora.

Ative as notificações do SAPO 24.

Saiba sempre do que se fala.

Siga o SAPO 24 nas redes sociais. Use a #SAPO24 nas suas publicações.