Segundo Francisco Nova, a "casa, com dois andares, onde viviam dois casais, ficou sem condições de habitabilidade", tendo os desalojados sido encaminhados para habitações de familiares, não havendo registo de feridos.

O comandante dos Bombeiros Voluntários da Póvoa de Varzim afirmou não ser possível confirmar as causas do incêndio, embora suspeite "de uma avaria na instalação elétrica", que terá feito o fogo deflagrar no primeiro andar e alastrar-se ao telhado da habitação.

A combater o incêndio estiveram 17 elementos da corporação, apoiados por sete viaturas, depois de receberem o alerta às 18:30.

No local estiveram, também, elementos do serviço de Proteção Civil do município da Póvoa de Varzim, assim como uma vereadora da câmara.

Porque o seu tempo é precioso.

Subscreva a newsletter do SAPO 24.

Porque as notícias não escolhem hora.

Ative as notificações do SAPO 24.

Saiba sempre do que se fala.

Siga o SAPO 24 nas redes sociais. Use a #SAPO24 nas suas publicações.