"Já estamos preparados para arrancar, neste território, com o projeto piloto da realização do cadastro", realçou António Costa, que falava aos jornalistas em Castanheira de Pera, após mais uma reunião com os presidentes dos sete municípios afetados pelos dois grandes incêndios de junho de Pedrógão Grande e de Góis.

Segundo o líder do executivo, o cadastro "é uma medida estrutural e estruturante para a reforma da floresta".

O primeiro-ministro frisou ainda que está a ser concluída a primeira versão do programa de valorização do Pinhal Interior, que será apresentada na próxima semana aos presidentes dos sete municípios afetados.

O programa conta com a colaboração das autarquias, que apresentaram as suas propostas ao Governo, explanou, esperando que o programa seja "rapidamente" aprovado e implementado.

Durante o dia de hoje, António Costa, juntamente com o Presidente da República, Marcelo Rebelo de Sousa, passou pelos três concelhos mais afetados pelo incêndio de Pedrógão Grande (Castanheira de Pera, Figueiró dos Vinhos e Pedrógão Grande).

António Costa e Marcelo Rebelo de Sousa estiveram presentes numa cerimónia de entrega de apoios a empresas afetadas, visitaram casas em reconstrução em duas aldeias de Pedrógão Grande e reuniram com autarcas em Castanheira de Pera.

O primeiro-ministro enalteceu "o esforço da mobilização da sociedade civil e das múltiplas entidades que assumiram a responsabilidade de reconstrução".

Porque o seu tempo é precioso.

Subscreva a newsletter do SAPO 24.

Porque as notícias não escolhem hora.

Ative as notificações do SAPO 24.

Saiba sempre do que se fala.

Siga o SAPO 24 nas redes sociais. Use a #SAPO24 nas suas publicações.