O presidente da Câmara Municipal de Castro Daire, José Fernando Carneiro Pereira, e o comandante dos bombeiros, Paulo Almeida, confirmaram a queda do helicóptero à agência Lusa.

De acordo com a SIC Notícias, que avançou com a notícia, o piloto seria o único ocupante do aparelho, que terá explodido assim que entrou em contacto com o solo.

Segundo fonte do Ministério da Administração Interna (MAI) esclareceu à agência Lusa, a aeronave embateu em quatro linhas de alta tensão, caiu e incendiou-se, tendo o piloto ficado preso no aparelho.

O PÚBLICO diz ter confirmado a morte do piloto junto a fonte oficial, sendo que o jornal refere que também Jaime Marta Soares, Presidente da Liga dos Bombeiros, em declarações à TVI24, afirmou ter recebido informações fidedignas "de gente no terreno" acerca desta informação.

O helicóptero estava sediado no Centro de Meios Aéreos de Armamar, Viseu.

José Fernando Carneiro Pereira disse à Lusa que tem estado em contacto com o presidente da Junta de Freguesia de Cabril, concelho Castro Daire, que lhe explicou que o incêndio se está a aproximar do concelho de Arouca, já no distrito de Aveiro.

Segundo a página da Internet da Autoridade Nacional da Proteção Civil, em Cabril lavra um incêndio que estava ao início da tarde a ser combatido por 92 operacionais, 18 veiculos e três meios aéreos.

Fonte oficial do Gabinete de Prevenção e Investigação de Acidentes com Aeronaves e de Acidentes Ferroviários (GPIAAF) disse à Lusa ter sido notificado da queda do helicóptero, acrescentando que se vai deslocar para o local para dar início ao processo de investigação.

Newsletter

As notí­cias não escolhem hora, mas o seu tempo é precioso. O SAPO 24 leva ao seu email a informação que realmente importa comentada pelos nossos cronistas.

Notificações

Porque as noticias não escolhem hora e o seu tempo é precioso.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.