De acordo com a informação divulgada na página na Internet da Autoridade Nacional da Proteção Civil (ANPC), as chamas que deflagraram às 14:43 de sábado em Pedrógão Grande, distrito de Leiria, mobilizavam ao meio-dia 690 operacionais, 216 veículos e quatro meios aéreos.

O número de pessoas que morreram naquele incêndio florestal aumentou para 58, disse hoje o secretário de Estado da Administração Interna, Jorge Gomes.

No distrito de Coimbra, 377 homens, apoiados por 113 veículos e seis meios aéreos, combatem o fogo que deflagrou sábado às 14:52 numa zona de floresta na freguesia de Álvares, concelho de Góis.

Ainda naquele distrito, as chamas que lavram no concelho de Penela, freguesia de Espinhal, estão a mobilizar 163 homens, 49 veículos de um meio aéreo.

Cento e oitenta e seis homens, 57 veículos e três meios aéreos estão a combater o fogo que deflagrou no sábado, às 18:09, numa zona de mato da freguesia de Orvalhos, concelho de Oleiros, distrito de Castelo Branco.

Apesar de já estar em fase de resolução, o incêndio que deflagrou no sábado às 20:09 numa zona de floresta em Ferreira do Zêzere, distrito de Santarém, ainda está a mobilizar no terreno 216 homens, 60 veículos e um meio aéreo.

A ANPC considera incêndios em resolução aqueles que já não apresentam perigo de propagação para além do perímetro já atingido.

Porque o seu tempo é precioso.

Subscreva a newsletter do SAPO 24.

Porque as notícias não escolhem hora.

Ative as notificações do SAPO 24.

Saiba sempre do que se fala.

Siga o SAPO 24 nas redes sociais. Use a #SAPO24 nas suas publicações.