Fonte do CDOS de Lisboa disse à agência Lusa que “face à intensidade” do fogo foram reforçados os meios de combate, designadamente operacionais e viaturas.

A mesma fonte adiantou que o incêndio “está ativo”, tem uma frente ativa e não estão em perigo localidades, estando a arder uma zona eucaliptal.

O fogo, que começou às 12:40 na freguesia de Santo Quintino, mobiliza 223 operacionais, 64 viaturas e três meios aéreos.

[Notícia atualizada às 17:33]

Newsletter

As notí­cias não escolhem hora, mas o seu tempo é precioso. O SAPO 24 leva ao seu email a informação que realmente importa comentada pelos nossos cronistas.

Notificações

Porque as noticias não escolhem hora e o seu tempo é precioso.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.