As chamas, que tiveram início pelas 09:23, estavam a ser combatidas, pelas 17:45, por 111 operacionais, auxiliados por quatro meios aéreos e 34 meios terrestres, disse à agência Lusa fonte da Autoridade Nacional de Proteção Civil (ANPC).

Embora as chamas progridam com intensidade, não há povoações e/ou habitações ameaçadas, adiantou a mesma fonte.

Um outro fogo florestal, igualmente no concelho de Castro Daire, lavrava, pela mesma hora, na zona de Póvoa de Montemuro, na encosta sul da Serra de Montemuro.

No combate às chamas, que avançavam com uma frente, estavam envolvidos, de acordo com a mesma fonte, 27 operacionais, auxiliados por oito veículos.

De forma “favorável” estava a decorrer, por outro lado, o combate aos incêndios que, pelas 17.40, também destruíam áreas florestais de Cabeceiras de Basto (distrito de Braga) e de Negrões, no concelho de Montalegre (Vila Real), adiantou a Proteção Civil.

O fogo que deflagrou, pelas 05:35 de hoje, perto de Relva, localidade da freguesia de Monteiras, no município de Cinfães, distrito de Viseu, foi dado como dominado pelas 17:15, acrescentou a mesma fonte.

Newsletter

As notí­cias não escolhem hora, mas o seu tempo é precioso. O SAPO 24 leva ao seu email a informação que realmente importa comentada pelos nossos cronistas.

Notificações

Porque as noticias não escolhem hora e o seu tempo é precioso.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.