Designado Institute For Collaborative Working Portugal (ICW-PT), o instituto assume-se como uma “plataforma de apoio para orientar colaboração entre empresas”, na atual “era das parcerias”, e pretende assumir-se como uma “plataforma de conhecimento e formação”, participando, nomeadamente, na transposição para Portugal da Norma ISO 44001 (Sistemas de Gestão de Práticas Colaborativas Empresariais).

Segundo os promotores, o ICW-PT dirige-se a empresas de grande e pequena dimensão, nos setores público e privado, e quer promover o desenvolvimento de “relações empresariais eficazes e competitivas, baseadas em boas práticas colaborativas de trabalho”.

“O ICW surge como resposta à nova era das organizações empresariais, em que o cruzamento de competências e o estabelecimento de parcerias substitui o clássico padrão das ‘empresas 360º’, caracterizadas pelos convencionais modelos de negócio verticalmente integrados”, explica o líder mundial do ICW, David Hawkins, que estará na terça-feira em Portugal para o lançamento do instituto.

Já Bruno Marques, representante da organização em Portugal, sublinha que “o ICW Portugal está comprometido em ser um parceiro para a competitividade" das empresas nacionais: “Uma vez que o tecido empresarial nacional é de pequena dimensão, a colaboração tem um papel ainda mais decisivo para a diferenciação estratégica, inovação e internacionalização”, sustenta.

Entre as missões já em curso do ICW-PT está a participação na conversão para norma portuguesa da norma internacional ISO 44001, “o padrão de práticas colaborativas que teve origem no trabalho desenvolvido internacionalmente pelo ICW”.

Apresentada como “uma nova geração de normas internacionais com foco em comportamentos, cultura organizacional e processos de gestão”, a ISO 44001 fornece uma “plataforma comum para apoiar relações comerciais sustentáveis e aproveitar os benefícios do trabalho colaborativo”.

O Institute For Collaborative Working Portugal irá ainda disponibilizar às organizações portuguesas um programa de formação base e de sensibilização das empresas e das universidades para o tema da colaboração, proporcionando-lhes acesso a recursos do universo ICW e a sua aplicação empresarial a um custo mais reduzido.

Com ligação a universidades portuguesas e centros de conhecimento, o ICW-PT pretende ainda “dinamizar redes de investigação aplicada, tendo em conta a realidade nacional, bem como desenvolver práticas ajustadas" à cultura empresarial portuguesa e aos desafios particulares das empresas locais.

“O acesso à internacionalização através das parcerias é um dos focos da orientação do ICW-PT, que tem na sua esfera de competências o desenvolvimento do potencial da colaboração das empresas nacionais para a abordagem dos mercados externos”, acrescenta.

Antecipando as atividades de formação e consultoria que passará a desenvolver a partir de agora, o instituto tem organizado eventos regulares destinados aos membros e convidados da sua rede executiva, além de participar em diversas conferências públicas no âmbito do seu objetivo de transferência de conhecimento.

Um dos eventos promovidos pelo ICW é a organização dos “Prémios Anuais da Colaboração”, que distinguem as organizações - públicas, privadas, académicas ou outras - que obtiveram melhores resultados através das suas parcerias nos diversos setores de atividade (desde a aviação à construção, defesa, ensino ou saúde).

A cerimónia de atribuição do prémio relativo a 2018 está prevista para 13 de dezembro.

O ICW foi fundado no Reino Unido em 1990, numa iniciativa conjunta entre o Departamento de Comércio e Indústria (DTI), agora BIS (Departamento de Inovação Empresarial e Competências), e a CBI (Confederação da Indústria Britânica).

O instituto está focado na transferência de conhecimento através da formação e desenvolvimento, apoiadas pela investigação académica, e tem vindo a fornecer orientação, ferramentas e suporte aos setores privado e público em várias geografias mundiais.

Porque o seu tempo é precioso.

Subscreva a newsletter do SAPO 24.

Porque as notícias não escolhem hora.

Ative as notificações do SAPO 24.

Saiba sempre do que se fala.

Siga o SAPO 24 nas redes sociais. Use a #SAPO24 nas suas publicações.