Esta é a segunda vez que aquele cientista, especialista em biomateriais, é galardoado com a ERC Advanced Grant.

De acordo com a Universidade de Aveiro (UA), a bolsa permitirá a João Mano, durante cinco anos, “desenvolver trabalho na área da bioengenharia de tecidos humanos e biomateriais avançados, nomeadamente na criação de estratégias para a regeneração de tecido ósseo, que poderá ter impacto em casos de perda massiva ou fraturas extensas de osso”.

“Com esta bolsa, vemos assim reforçada a oportunidade de combinar investigação de base de elevado nível com soluções terapêuticas radicalmente inovadoras que poderão vir a ter impacto na qualidade de vida de pacientes”, comentou João Mano, professor catedrático no Departamento de Química e investigador no CICECO – Instituto de Materiais de Aveiro, uma das unidades de investigação da UA.

Artur Silva, vice-reitor da UA para a área da Investigação, sublinha que a bolsa agora atribuída é “mais um reconhecimento europeu da investigação de ponta” que se realiza em Aveiro.

“Esta ERC Advanced Grant reconhece a qualidade do nosso docente e investigador João Mano e da investigação que realiza e é também uma prova da aposta que tanto a Reitoria como o laboratório associado CICECO têm colocado nestes concursos a estas importantes e milionárias bolsas europeias”, declarou.

Uma das inovações do projeto liderado por João Mano prende-se com a utilização de proteínas obtidas a partir de tecidos recolhidos durante o parto, e normalmente descartáveis, como a membrana amniótica e o cordão umbilical.

“Desses tecidos perinatais será possível retirar células que serão introduzidas dentro de pequenas “placentas” artificiais que, ao fornecerem sinais bioquímicos e mecânicos adequados, fomentarão a formação de micro tecidos de forma completamente autónoma. A aglomeração dessas “bolsas regenerativas” de forma controlada no espaço permitirá o desenvolvimento de tecidos tridimensionais à escala dos defeitos ósseos reais, com grande precisão geométrica”, descreve uma nota de imprensa da UA.

Porque o seu tempo é precioso.

Subscreva a newsletter do SAPO 24.

Porque as notícias não escolhem hora.

Ative as notificações do SAPO 24.

Saiba sempre do que se fala.

Siga o SAPO 24 nas redes sociais. Use a #SAPO24 nas suas publicações.