Até ao momento, mais de três mil pessoas (3.405) perderam a vida em Itália devido a esta doença, um balanço que já ultrapassou o número registado na China (mais de 3.200 mortos), o foco inicial da pandemia.

Os serviços sanitários italianos registaram 5.322 casos novos casos as últimas 24 horas, aumentando para 41.035 o número de infectados no país.

Depois de surgir na China, em dezembro, o surto espalhou-se já por 176 países e territórios, o que levou a Organização Mundial da Saúde (OMS) a declarar uma situação de pandemia.

Depois de Itália e da China, Irão (1.284) e Espanha (767) são os outros países com mais vítimas mortais devido à pandemia da Covid-19.

O continente europeu é aquele onde existe atualmente o maior número de casos. A par de Itália, Espanha registou 767 mortes (17.147 casos) e a França 264 mortes (9.134 casos).

 A Irlanda do Norte registou hoje a primeira morte resultante do novo coronavírus. O paciente, de sexo masculino, era idoso e tinha outros problemas de saúde, segundo o ministério da Saúde regional, que contabilizou 77 casos de pessoas infetadas.

De acordo com os dados publicados hoje pelas respetivas direções de saúde, até agora registaram-se 128 mortes em Inglaterra, seis na Escócia e duas no País de Gales.

Em Portugal, a Direção-Geral da Saúde (DGS) elevou hoje o número de casos confirmados de infeção para 785, mais 143 do que na quarta-feira. O número de mortos no país subiu para três.Dos casos confirmados, 696 estão a recuperar em casa e 89 estão internados, 20 dos quais em Unidades de Cuidados Intensivos (UCI).

O boletim divulgado pela DGS assinala 6.061 casos suspeitos até hoje, dos quais 488 aguardavam resultado laboratorial.

Segundo os dados mais recentes da DGS, o número de casos recuperados manteve-se em três. No entanto, o SAPO24 confirmou na manhã do dia 18 de março um quarto caso de recuperação, que já teve alta do Hospital de São João do Porto, mas que não é considerado nesta contagem.De acordo com o boletim, há 8.091 contactos em vigilância pelas autoridades de saúde.

Atualmente, há 24 cadeias de transmissão ativas em Portugal.

Newsletter

As notí­cias não escolhem hora, mas o seu tempo é precioso. O SAPO 24 leva ao seu email a informação que realmente importa comentada pelos nossos cronistas.

Notificações

Porque as noticias não escolhem hora e o seu tempo é precioso.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.