Entre as ocorrências que não terminaram em detenções, 147 foram entre candidatos e 1.705 envolveram outros cidadãos.

Em causa esteve, sobretudo, a chamada "boca de urna", prática de fazer propaganda próximo dos locais de voto. Mas também se registaram casos de uso transporte ilegal de eleitores, fornecimento ilegal de alimentos, corrupção eleitoral, entre outras ocorrências.

Segundo o boletim do TSE, foram substituídas 4.424 urnas eletrónicas - o equivalente a 1,01% do total - porque apresentaram falhas.

Mais de 144 milhões de eleitores foram escolher os próximos vereadores, presidentes e vice-presidentes de câmara em 5.568 municípios.

Sendo que no Brasil é obrigatório votar, a abstenção foi de 17,5%, um pouco mais do que nas eleições de 2012.

A segunda volta ocorrerá a 30 de outubro apenas nos municípios com mais de 200 mil eleitores em que nenhum dos candidatos consiga a maioria absoluta (50% mais um), sendo disputada entre os dois mais votados.

Newsletter

As notí­cias não escolhem hora, mas o seu tempo é precioso. O SAPO 24 leva ao seu email a informação que realmente importa comentada pelos nossos cronistas.

Notificações

Porque as noticias não escolhem hora e o seu tempo é precioso.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.