Gianni Infantino disse que os 12 rapazes e o treinador da equipa de futebol Wild Boards, que ficaram presos durante 18 dias, serão convidados a estar na cerimónia da FIFA, em Londres, em 24 de setembro.

As crianças já tinham sido convidadas para a final do Mundial2018, que opões França e Croácia no domingo, em Moscovo, mas devido a razões de saúde, depois de terem sido resgatados entre domingo e terça-feira, não poderão estar presentes.

O responsável da FIFA disse ainda que o organismo prevê outras ações com a jovem equipa, possivelmente na Tailândia.

Os jovens ficaram encurralados durante quase três semanas numa gruta no norte da Tailândia, depois de o espaço ter ficado inundado pelas chuvas.

A operação de resgate, que envolveu centenas de pessoas, incluindo mergulhadores, foi concluída na terça-feira com a saída das últimas quatro crianças e do treinador. As restantes crianças já tinham sido resgatadas no domingo e na segunda-feira.

O grupo de 12 rapazes e o treinador foram explorar a área depois de um jogo de futebol no dia 23 de junho.

Na altura, as inundações resultantes das monções bloquearam-lhes a saída da gruta e impediram que as equipas de resgate os encontrassem durante nove dias.

Newsletter

As notí­cias não escolhem hora, mas o seu tempo é precioso. O SAPO 24 leva ao seu email a informação que realmente importa comentada pelos nossos cronistas.

Notificações

Porque as noticias não escolhem hora e o seu tempo é precioso.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.