De acordo com os resultados oficiais finais, Saied obteve 2,77 milhões de votos, contra um milhão para o seu adversário, o controverso magnata dos 'media' Nabil Karoui, segundo os resultados anunciados pela Isie.

Os resultados ainda podem ser alvo de um recurso nos próximos dias. Karoui, mantido em prisão entre finais de agosto e a passada quarta-feira, sob a acusação de fraude fiscal e branqueamento de dinheiro, tinha solicitado o adiamento da segunda volta presidencial para garantir um envolvimento na campanha semelhante ao seu rival.

A Isie indicou uma taxa de participação de 55%, com uma revisão em baixa dos números anunciados no domingo. No entanto, a participação foi superior à registada na primeira volta em 15 de setembro, quando Saied obteve 18,4%, seguido de Karoui com 15,58%, ficando na ocasião distanciados por 95.000 votos.

Kais Saied, 61 anos, vai tornar-se oficialmente no segundo presidente eleito democraticamente por sufrágio universal e sucede a Béji Caid Essebsi, que morreu em julho aos 92 anos, a poucos meses do final do seu mandato.

De acordo com a Presidência, deverá prestar juramento até ao final do mês.

Newsletter

As notí­cias não escolhem hora, mas o seu tempo é precioso. O SAPO 24 leva ao seu email a informação que realmente importa comentada pelos nossos cronistas.

Notificações

Porque as noticias não escolhem hora e o seu tempo é precioso.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.