Um tribunal de Navarra decretou a liberdade condicional para os cinco membros do grupo conhecido por 'La Manada', sendo paga uma caução no valor de seis mil euros, escreve o jornal espanhol El País.

Os cinco homens — José Ángel Prenda, Alfonso Cabezuelo (militares), Antonio Manuel Guerrero (Guardia Civil), Jesús Escudero e Ángel Boza — encontravam-se em prisão preventiva desde a sua detenção, a 9 de julho de 2016.

O grupo, autodenominado 'La Manada', estava acusado da violação de uma jovem de 18 anos durante as festas de São Firmino em 2016, em Pamplona.

'La Manada'. A decisão da justiça que está a agitar Espanha
'La Manada'. A decisão da justiça que está a agitar Espanha
Ver artigo

No final de abril deste ano, um Tribunal de Navarra condenou os acusados por abuso sexual, mas absolveu-os do delito de agressão sexual (violação), do qual os acusava também o Ministério Público.

O veredito causou, na altura, indignação em Espanha e desencadeou inúmeros protestos, uma vez que os cinco homens foram culpados de abuso sexual e não do crime de violação.

Os cinco homens sempre alegaram que o sexo foi consentido, mas a jovem desmente, dizendo que não foi consentido e que entrou em estado de choque.

Porque o seu tempo é precioso.

Subscreva a newsletter do SAPO 24.

Porque as notícias não escolhem hora.

Ative as notificações do SAPO 24.

Saiba sempre do que se fala.

Siga o SAPO 24 nas redes sociais. Use a #SAPO24 nas suas publicações.