O galardoado ator australiano Russel Crowe agradece a Leonard Cohen as "noites calmas, a refleção, a perspectiva, o sorriso irónico e a verdade".

O também ator Kiefer Sutherland destaca o brilhantismo do artista canadiano.

Marc Maron, comediante norte-americano, refere que Cohen "saiu mesmo a tempo", numa clara alusão à eleição de Donald Trump com presidente dos EUA.

O protagonista do musical "Hamilton" Lin-Manuel Miranda mostra-se de "coração partido" mas agradecido pela seu como legado musical.

 A atriz e modelo Emily Ratajkowski sente-se "perdida" com a morte de Cohen.

O músico e ator americano Justin Timberlake lembra Cohen como alguém com "um espírito e uma alma acima de qualquer comparação".

Justin Trudeu, Primeiro-Ministro do Canadá (de onde o músico é natural), diz que "a música de nenhum outro artista soou ou fez-se sentir" como a de Cohen, lembrando que o "Canadá e o mundo sentirão a sua falta".

 A comediante americana Sarah Silverman lembra o tema "Come Healing", de Cohen, como sendo 'bom' para dias severos como este.

Porque o seu tempo é precioso.

Subscreva a newsletter do SAPO 24.

Porque as notícias não escolhem hora.

Ative as notificações do SAPO 24.

Saiba sempre do que se fala.

Siga o SAPO 24 nas redes sociais. Use a #SAPO24 nas suas publicações.