Yuko Ogata e o companheiro Takeshi Egami, que também foi detido, consideravam que a adolescente não tratava bem dos peixes, segundo a imprensa. O casal decidiu então matar os pequenos animais. Despejaram detergente no aquário e obrigaram a adolescente a comer os peixes, um a um.

O abuso aconteceu em junho de 2015 em Fukuoka, sudoeste do país, segundo a polícia. A vítima tem 17 anos agora. O casal já havia sido detido em quatro ocasiões no ano passado, depois de amarrarem a jovem à cama com uma corda, agredirem-na e queimarem a sua língua com um cigarro, segundo a imprensa.

O novo caso foi divulgado um mês depois de uma mãe matar a filha de três anos com água a ferver e da morte de um menino da mesma idade, agredido pelo companheiro da mãe.

De acordo com o ministério da Saúde, os serviços de proteção da infância registaram 89 mil denúncias de abusos entre março de 2014 e março 2015, um número recorde.

A imprensa também divulga com frequência os maus-tratos a idosos. Um ex-funcionário de um lar foi detido na segunda-feira, depois de atirar um homem de 87 anos pela varanda, provocando-lhe a morte. O detido admitiu o crime e confessou que matou outras duas idosas.

Newsletter

As notí­cias não escolhem hora, mas o seu tempo é precioso. O SAPO 24 leva ao seu email a informação que realmente importa comentada pelos nossos cronistas.

Notificações

Porque as noticias não escolhem hora e o seu tempo é precioso.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.