A Médecins sans Frontières (MSF) disse que estavam 659 pessoas a bordo do ‘Geo Barents’, a SOS Méditerranée declarou que tinha 387 no seu ‘Ocean Viking’ e a SeaWatch afirmou que se encontravam 438 migrantes no ‘SeaWatch3’.

Entretanto, a SeaWatch anunciou ao fim da tarde que as autoridades italianas tinham autorizado o seu navio a atracar no porto de Tarante, a sul do país.

“Um grande alívio, mas consternação também: esperam-nos mais dois dias de viagem, o que significa sofrimento suplementar para os que já sofreram muito”, lamentou esta ONG na rede social Twitter.

Milhares de migrantes chegaram nas últimas semanas às ilhas italianas de Lampedusa e Sicília, em embarcações improvisadas, em barcos de pesca deteriorados ou ainda socorridos no mar por ONG ou pela Guarda Costeira italiana.

Desde o início do ano, já chegaram a Itália pelo mar 38.778 pessoas, o que compara com 27.771 no mesmo período de 2021 e 12.999 em 2020, segundo o Ministério do Interior.

Porque o seu tempo é precioso.

Subscreva a newsletter do SAPO 24.

Porque as notícias não escolhem hora.

Ative as notificações do SAPO 24.

Saiba sempre do que se fala.

Siga o SAPO 24 nas redes sociais. Use a #SAPO24 nas suas publicações.