Segundo o Comando Distrital de Operações de Socorro (CDOS) de Santarém, a frente de incêndio lavra numa zona de difíceis acessos e os ventos fortes sentidos localmente provocaram projeções, estando a ser dada prioridade à defesa das zonas habitadas.

O comandante de serviço no CDOS de Santarém, José Costa, disse à Lusa que, até ao momento, não houve necessidade de proceder a qualquer evacuação.

Segundo os últimos dados disponíveis na página da Autoridade Nacional de Emergência e Proteção Civil, o incêndio está a ser combatido por 205 operacionais, 52 viaturas e seis meios aéreos.

O CDOS de Santarém mantém ainda meios a monitorizar a zona onde na segunda-feira lavrou um incêndio, durante quase 12 horas, no concelho de Tomar.

Porque o seu tempo é precioso.

Subscreva a newsletter do SAPO 24.

Porque as notícias não escolhem hora.

Ative as notificações do SAPO 24.

Saiba sempre do que se fala.

Siga o SAPO 24 nas redes sociais. Use a #SAPO24 nas suas publicações.