O certame é organizado pela Associação de Municípios da Cova da Beira (AMCB) e pela Diputación (Província) de Salamanca (Espanha), para promoção de produtos endógenos de ambos os lados da fronteira como vinhos e licores, laticínios e derivados, azeites, enchidos, frutos secos, entre outros.

"Este ano, à semelhança dos anos anteriores, vão estar presentes mais de 85 produtores portugueses e espanhóis que terão, mais uma vez, a oportunidade de exporem os seus produtos regionais, de excelente qualidade, permitindo ao público conhecer, provar e adquirir o que de melhor se produz na nossa região", segundo António Dias Rocha, presidente da AMCB e da Câmara Municipal de Belmonte.

O autarca, que falava na conferência de imprensa de apresentação do certame, realizada no Centro de Desenvolvimento Transfronteiriço, em Vilar Formoso, Almeida, apontou que a feira é visitada, por norma, por "mais de 30 mil pessoas".

Segundo António Dias Rocha, a Feira Transfronteiriça Ecoraia-Ecoraya, que decorrerá no recinto de feiras de Salamanca, é "uma grande oportunidade" para os produtores de ambos os lados da fronteira "mostrarem os seus produtos, algumas inovações e, ao mesmo tempo, estabelecerem contactos e trocarem experiências com novos produtores e com o mercado espanhol".

A feira também contribui, "em larga medida, para o processo de dinamização, internacionalização e diversificação do setor agroalimentar e turístico da região da Beira Interior e da Província de Salamanca".

"Estou convicto de que esta mostra de produtos terá também impacto na dinamização turística desta região, uma vez que os produtores acabam por despertar o interesse ao consumidor pelas regiões da sua origem", rematou.

Chabel de La Torre, vice-presidente da Diputación de Salamanca, também presente na conferência de imprensa, sublinhou que a iniciativa destaca as vertentes agroalimentar e do turismo porque são "os dois grandes setores" do território abrangido.

O programa inclui exposição e venda de produtos, degustações, animação, atividades de 'showcooking' e orientadas para o público infantil, entre outras.

Para Chabel de La Torre, o programa é "muito completo" e inclui a realização de muitas atividades que tornam a feira transfronteiriça "mais atrativa e mais participativa".

A 8.ª Feira Transfronteiriça Ecoraia-Ecoraya, que envolve um custo de 120 a 150 mil euros, é promovida no âmbito do projeto BIN-SAL EMPREENDE, que foi candidatado ao Programa INTERREG Espanha - Portugal.

A AMCB envolve os municípios de Almeida, Belmonte, Celorico da Beira, Covilhã, Figueira de Castelo Rodrigo, Fornos de Algodres, Fundão, Guarda, Gouveia, Manteigas, Mêda, Penamacor, Pinhel, Sabugal, Seia e Trancoso, nos distritos de Guarda e Castelo Branco.

Porque o seu tempo é precioso.

Subscreva a newsletter do SAPO 24.

Porque as notícias não escolhem hora.

Ative as notificações do SAPO 24.

Saiba sempre do que se fala.

Siga o SAPO 24 nas redes sociais. Use a #SAPO24 nas suas publicações.