"Apelei, e o apelo foi ouvido, porque a última jornada foi menos violenta em termos verbais e físicos, e apelo que, embora a final seja muito disputada, as massas associativas e os dirigentes consigam não fazer aumentar aquilo que pode aparecer como violência verbal ou física", afirmou aos jornalistas Marcelo Rebelo de Sousa, sublinhando que isso é "bom para a estabilidade social".

O Presidente da República lembrou que "os clubes existem não só para disputar campeonatos, mas também para formar a juventude", por isso fez o apelo em nome dessa juventude, defendendo que o desporto deve ser praticado em "ambiente de convivência".

Marcelo Rebelo de Sousa falava à margem das comemorações do centenário do Torreense, onde se deixou fotografar com adeptos e jogadores, inaugurou um campo relvado e participou num almoço popular.

Porque o seu tempo é precioso.

Subscreva a newsletter do SAPO 24.

Porque as notícias não escolhem hora.

Ative as notificações do SAPO 24.

Saiba sempre do que se fala.

Siga o SAPO 24 nas redes sociais. Use a #SAPO24 nas suas publicações.