Numa nota divulgada hoje na página da Presidência da República é referido que o chefe de Estado “apresentou as mais sentidas condolências aos familiares” da menina de 8 anos e do homem de 56 anos que morreram quarta-feira, “manifestando o seu profundo pesar”.

Duas pessoas morreram quarta-feira ao serem colhidas por uma avioneta que aterrou de emergência na praia de São João na Costa de Caparica, em Almada.

O Instituto Nacional de Emergência Médica (INEM) adiantou à Lusa que recebeu o alerta às 16:51.

Os dois tripulantes da avioneta ficaram com termo de identidade e residência e estão a ser ouvidos desde hoje de manhã pelo Ministério Público, no Tribunal de Almada.

A aeronave realizava um voo de treino que saiu de Cascais e tinha como destino Évora, tendo entrado em contacto com uma torre de controlo reportando problemas.

No local do acidente estiverem elementos da Polícia Marítima, Polícia Judiciária, GNR, serviços de Proteção Civil, bombeiros de Cacilhas e da Trafaria e do Gabinete de Prevenção da Investigação dos Acidentes de Aviação.

Porque o seu tempo é precioso.

Subscreva a newsletter do SAPO 24.

Porque as notícias não escolhem hora.

Ative as notificações do SAPO 24.

Saiba sempre do que se fala.

Siga o SAPO 24 nas redes sociais. Use a #SAPO24 nas suas publicações.