Entre os dois encontros, o Presidente da República deverá visitar uma exposição da artista portuguesa Gabriela Albergaria no Museu de Arte Contemporânea (MAC) da Universidade de São Paulo.

Depois, está previsto que regresse a Portugal via Recife.

Marcelo Rebelo de Sousa chegou ao Brasil no sábado, para uma sessão comemorativa do centenário da travessia do Atlântico Sul, no Rio de Janeiro, e para a Bienal Internacional do Livro de São Paulo, que tem Portugal como país homenageado.

O chefe de Estado tinha agendado para hoje um encontro com o homólogo brasileiro, mas acabou por não voar para Brasília, porque Jair Bolsonaro fez saber na sexta-feira à comunicação social que tinha decidido cancelar esse convite.

Bolsonaro justificou a decisão com o facto de Marcelo Rebelo de Sousa se reunir no domingo com Lula da Silva em São Paulo.

O Presidente português desvalorizou reiteradamente este episódio, disse que esperava por uma eventual comunicação por escrito do seu homólogo, e no domingo finalmente desistiu de ir a Brasília.

Bolsonaro vai recandidatar-se ao cargo nas presidenciais marcadas para 02 de outubro, nas quais irá defrontar Lula da Silva.

Marcelo Rebelo de Sousa referiu que voltará ao Brasil por ocasião dos 200 anos da independência, em 07 de setembro, e que "aí naturalmente haverá um encontro não só no Congresso mas certamente com o Presidente da República [Jair Bolsonaro]".

Porque o seu tempo é precioso.

Subscreva a newsletter do SAPO 24.

Porque as notícias não escolhem hora.

Ative as notificações do SAPO 24.

Saiba sempre do que se fala.

Siga o SAPO 24 nas redes sociais. Use a #SAPO24 nas suas publicações.