O chefe de Estado participa nos Diálogos com a Comunidade, uma iniciativa do Governo para discutir os problemas que afetam os emigrantes.

Em declarações à agência Lusa, o secretário de Estado das Comunidades Portuguesas, José Luís Carneiro, que preside a este encontro, referiu que os temas principais a discutir são a tributação do património e fiscal, o ensino do português e a igualdade.

Por seu lado, representantes das comunidades pretendem ainda discutir outros problemas como o desemprego ou a tributação das reformas.

O presidente da Confederação da Comunidade Portuguesa no Luxemburgo, José Coimbra de Matos, referiu à Lusa que o desemprego afeta sobretudo a primeira geração de emigrantes, que tem "algum défice a nível de formação profissional".

Segundo o responsável, este problema só não é mais visível no Luxemburgo porque o país tem "um apoio social bastante bom".

Por seu lado, Carlos Pereira, membro da direção do sindicato luxemburguês OGB-L, quer ver discutida a tributação das reformas e referiu que "um português que tenha uma reforma do Luxemburgo e regresse a Portugal volta a pagar impostos sobre a pensão, quando esta já foi tributada".

Além de Marcelo Rebelo de Sousa e de José Luís Carneiro, participam na iniciativa os secretários de Estado para a Cidadania e Igualdade, Catarina Marcelino, dos Assuntos Fiscais, Fernando Rocha Andrade, a presidente do instituto Camões, Ana Paula Laborinho, e o diretor-geral dos Assuntos Consulares e das Comunidades Portuguesas, Júlio Vilela.

Ainda hoje, o Presidente participa na 50.ª peregrinação de Nossa Senhora de Fátima, em Wiltz, a cerca de 65 quilómetros da capital luxemburguesa, sendo acompanhado pelos Grão-duques do Luxemburgo, Henrique e Maria Teresa.

A missa será presidida pelo bispo de Bragança, José Garcia Cordeiro.

Em 1945, um grupo de luxemburgueses fez uma promessa de criar um santuário de Nossa Senhora de Fátima em Wiltz caso esta cidade, ocupada pelos nazis, não fosse evacuada durante a II Guerra Mundial.

O santuário foi inaugurado em 1952 e realiza-se todos os anos uma peregrinação que conta com milhares de fiéis, a maioria portugueses.

Ainda em Wiltz, o Presidente visita o Liceu do Norte, para um encontro com a comunidade portuguesa e onde atua o cantor português David Carreira, a convite de Marcelo.

Marcelo Rebelo de Sousa realizou na terça e na quarta-feira uma visita de Estado ao Luxemburgo, a sétima desde que tomou posse, depois de Moçambique, Suíça e Cuba, em 2016, de Cabo Verde e Senegal, em abril, e Croácia, na semana passada.

Segundo dados oficiais, residem no Luxemburgo cerca de 100.000 portugueses, que representam 16,4 por cento da população naquele país.

O Presidente parte ao fim do dia para Madrid, onde vai inaugurar, juntamente com os reis de Espanha, a Feira do Livro, que este ano tem Portugal como país convidado.

Porque o seu tempo é precioso.

Subscreva a newsletter do SAPO 24.

Porque as notícias não escolhem hora.

Ative as notificações do SAPO 24.

Saiba sempre do que se fala.

Siga o SAPO 24 nas redes sociais. Use a #SAPO24 nas suas publicações.