Marcelo Rebelo de Sousa tem chegada à Cidade do México prevista para as 17:45 locais (23:45 em Lisboa) de hoje, é recebido na segunda-feira pelo Presidente dos Estados Unidos Mexicanos, Enrique Peña Nieto.

Fazem parte da sua comitiva o ministro da Economia, Manuel Caldeira Cabral, a secretária de Estado dos Negócios Estrangeiros e da Cooperação, Teresa Ribeiro, o presidente da Agência para o Investimento e Comércio Externo de Portugal (AICEP), Luís de Castro Henriques, e os deputados Luís Campos Ferreira (PSD), Edite Estrela (PS), Nuno Magalhães (CDS-PP) e Rita Rato (PCP).

Durante esta visita de Estado, o Presidente da República vai inaugurar oficialmente as instalações da Mota-Engil na Cidade do México, e estará com o ex-vice-primeiro-ministro e anterior líder do CDS-PP, Paulo Portas, que preside ao Conselho Estratégico desta construtura portuguesa para a América Latina, e é também consultor da petrolífera mexicana Pemex.

A AICEP organizou uma missão empresarial para acompanhar esta visita, composta por cerca de 40 empresas, que vão participar num fórum que juntará empresários mexicanos e portugueses, na terça-feira, com intervenções do Presidente da República e do ministro da Economia na sessão de abertura.

Em declarações à agência Lusa, numa antevisão desta deslocação ao México, Marcelo Rebelo de Sousa afirmou que "será uma visita muito condensada, muito curta, muito cheia, obviamente, com uma tonalidade económica muito forte - e importante, sobretudo, para o futuro do tecido empresarial português".

O Presidente da República destacou ainda o encontro que terá, na segunda-feira à noite, com a comunidade portuguesa no México, que se estima que seja composta por cerca de 2.500 pessoas, salientando que "está a aumentar, à medida que aumenta a presença económica".

Porque o seu tempo é precioso.

Subscreva a newsletter do SAPO 24.

Porque as notícias não escolhem hora.

Ative as notificações do SAPO 24.

Saiba sempre do que se fala.

Siga o SAPO 24 nas redes sociais. Use a #SAPO24 nas suas publicações.