Depois de o período de encerramento ter sido prolongado na região por mais duas semanas, devido à evolução da covid-19, Marcelo Rebelo de Sousa deslocou-se para observar "o processo de normalização".

Numa nota hoje divulgada na página na Internet da Presidência da República é referido que Marcelo Rebelo de Sousa "visitou, esta tarde, o "El Corte Inglés", e os centros comercias "Colombo" e "Amoreiras", com o objetivo de testemunhar diretamente o processo de normalização em curso".

As limitações especiais impostas na Área Metropolitana de Lisboa (AML) no âmbito da terceira fase de desconfinamento devido à pandemia de covid-19 foram hoje levantadas, passando a ser permitida a abertura dos centros comerciais e concentrações até 20 pessoas.

Há cerca de duas semanas, o Governo decidiu adiar na Área Metropolitana de Lisboa o levantamento de algumas restrições previstas na terceira fase de desconfinamento, impondo regras especiais sobretudo relacionadas com atividades com "grandes aglomerações de pessoas".

Assim, a partir de hoje passaram a aplicar-se as regras gerais que já estavam em vigor no resto do país desde o início do mês, previstas na terceira fase de desconfinamento.

Também na AML passam a ser permitidas as concentrações até 20 pessoas (até agora o limite era de 10 pessoas) e podem reabrir os estabelecimentos com área superior a 400 m2 ou inseridos em centros comerciais, bem como as respetivas áreas de consumo de comidas e bebidas, e as Lojas do Cidadão.

Continua a existir a regra de que os estabelecimentos que retomaram ou retomem a atividade só podem abrir a partir das 10:00, mas excluem-se deste regime os ginásios e as academias.

A AML integra os municípios de Alcochete, Almada, Amadora, Barreiro, Cascais, Lisboa, Loures, Mafra, Moita, Montijo, Odivelas, Oeiras, Palmela, Seixal, Sesimbra, Setúbal, Sintra e Vila Franca de Xira.

Newsletter

As notí­cias não escolhem hora, mas o seu tempo é precioso. O SAPO 24 leva ao seu email a informação que realmente importa comentada pelos nossos cronistas.

Notificações

Porque as noticias não escolhem hora e o seu tempo é precioso.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.