Na nota, enviada à agência Lusa, a Marinha referiu que monitorizou o navio "Akademik Aleksandr Karpinskiy" na Zona Económica Exclusiva da Madeira desde a manhã de sexta-feira até à tarde de sábado.

Na missão, a bordo da corveta NRP António Enes, participaram 58 militares.

A Marinha salientou que este tipo de operação visa “garantir que não são realizadas quaisquer atividades lesivas para o país e promover e proteger os interesses de Portugal no e através do mar”.

 “Servindo Portugal no mar, 365 dias por ano, 24 horas por dia, a Marinha continuará a monitorizar e a acompanhar a passagem deste tipo de navios, efetuando a patrulha permanente dos espaços marítimos sob soberania ou jurisdição nacional”, frisou este ramo das Forças Armadas responsável pelas operações navais.

Porque o seu tempo é precioso.

Subscreva a newsletter do SAPO 24.

Porque as notícias não escolhem hora.

Ative as notificações do SAPO 24.

Saiba sempre do que se fala.

Siga o SAPO 24 nas redes sociais. Use a #SAPO24 nas suas publicações.