A embarcação vai manter-se na costa sudeste da ilha da Grã-Bretanha provisoriamente até que cheguem ao local outros dois navios do serviço de fronteiras do Reino Unido que estão colocados no Mediterrâneo - o HMC Protector e o HMC Seeker.

A colaboração da Armada "ajudará a evitar que os imigrantes façam essa jornada perigosa", disse o ministro da Defesa, Gavin Williamson, em comunicado.

Pelo menos 239 pessoas entraram no Reino Unido a partir da costa francesa desde o início de novembro, o que levou o ministro do Interior, Sajid Javid, a anunciar várias medidas e a solicitar a colaboração do Exército.

"O meu objetivo continua a ser proteger a fronteira britânica e evitar a perda de vidas no canal, razão pela qual o governo decidiu usar um navio da Armada para apoiar os esforços atuais", disse Javid.

Porque o seu tempo é precioso.

Subscreva a newsletter do SAPO 24.

Porque as notícias não escolhem hora.

Ative as notificações do SAPO 24.

Saiba sempre do que se fala.

Siga o SAPO 24 nas redes sociais. Use a #SAPO24 nas suas publicações.