O antigo Presidente da República Mário Soares encontra-se em coma profundo e em estado "muito crítico", disse hoje o porta-voz do Hospital da Cruz Vermelha, em Lisboa, onde está internado. José Barata acrescentou ainda que Mário Soares continua "a respirar normalmente sem nenhum apoio técnico", mas "o seu estado de consciência é grave".

Segundo o porta-voz do hospital, Mário Soares "não reage a estímulos externos", apesar de continuar "a respirar normalmente sem nenhum apoio técnico".

"Há um agravamento progressivo do estado de saúde", adiantou, acrescentando que Mário Soares continua a ser acompanhado e monitorizado constantemente.

Este domingo, a atualização do boletim clínico dava conta que o histórico socialista não reagia a estímulos externos e que tinha registado uma "regressão em estado de consciência muito significativo e preocupante".

O antigo presidente está internado da Unidade de Cuidados Intensivos e não recebe visitas, com exceção da família, mas no sábado foram várias as figuras de Estado que se deslocaram ao hospital para se inteirarem do estado de saúde de Mário Soares, incluindo o Presidente da República, Marcelo Rebelo de Sousa, o presidente da Assembleia da República, Eduardo Ferro Rodrigues, e o primeiro-ministro, António Costa.

Mário Soares foi internado no Hospital da Cruz Vermelha, em Lisboa, na madrugada de dia 13 de dezembro. O Hospital tem emitido diariamente boletins clínicos sobre a situação de Mário Soares, de 92 anos. O novo boletim clínico será conhecido às 12h00 horas de amanhã, dia 27 de dezembro.

Porque o seu tempo é precioso.

Subscreva a newsletter do SAPO 24.

Porque as notícias não escolhem hora.

Ative as notificações do SAPO 24.

Saiba sempre do que se fala.

Siga o SAPO 24 nas redes sociais. Use a #SAPO24 nas suas publicações.