“A relação entre Mário Soares e o FC Porto foi sempre fraterna: o primeiro primeiro-ministro português eleito democraticamente, em 1976, foi também o Dragão de Honra inaugural, em 1986, na segunda entrega dos Dragões de Ouro. Trata-se da mais alta distinção atribuída pelo clube”, refere o FC Porto em comunicado.

O clube destaca ainda o facto de Mário Soares ser “reconhecido internacionalmente como um grande lutador pela liberdade, que não se inibiu de apelar ao direito à indignação quando os direitos, liberdades e garantias básicas não se encontravam garantidas”.

No comunicado, os ‘dragões’ consideram que Mário Soares, que foi também fundador e líder do PS e ministro dos Negócios Estrangeiros, “ficará para sempre na história de Portugal e da Europa como um exemplo a seguir pela sua coragem e determinação”.

Mário Soares morreu aos 92 anos, no Hospital da Cruz Vermelha, em Lisboa, onde estava internado desde 13 de dezembro.

Newsletter

As notí­cias não escolhem hora, mas o seu tempo é precioso. O SAPO 24 leva ao seu email a informação que realmente importa comentada pelos nossos cronistas.

Notificações

Porque as noticias não escolhem hora e o seu tempo é precioso.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.