O presidente da Câmara de Alijó, José Paredes, disse à agência Lusa que a zona do Pinhão foi afetada por uma queda intensa de chuva, acompanhada de granizo, que “provocou estragos significativos”, quer na vila, nas estradas e, previsivelmente, nestas vinhas do Douro.

O comandante dos bombeiros do Pinhão, Carlos Pereira, especificou que aos bombeiros chegaram vários pedidos de ajuda devido a inundações provocadas pelo mau tempo, nomeadamente na estação ferroviária, numa unidade hoteleira e outros estabelecimentos da vila.

O responsável referiu ainda que as estradas de acesso do Pinhão a Alijó e Sabrosa foram cortadas devido a derrocadas e deslizamentos de terras.

Segundo Carlos Pereira, os bombeiros do Pinhão vão ser reforçados com cerca de 30 operacionais provenientes das corporações vizinhas.

O comandante disse ainda a chuva intensa começou a cair por volta das 17:40 e que, para já, não é possível adiantar mais informações.

Porque o seu tempo é precioso.

Subscreva a newsletter do SAPO 24.

Porque as notícias não escolhem hora.

Ative as notificações do SAPO 24.

Saiba sempre do que se fala.

Siga o SAPO 24 nas redes sociais. Use a #SAPO24 nas suas publicações.