Segundo a mesma fonte, a apresentação da candidatura de Fernando Medina decorrerá no Palácio Galveias, em Lisboa, pelas 18:00.

Fernando Medina é presidente da Câmara de Lisboa desde 06 de abril de 2015, data em que substituiu nestas funções o atual primeiro-ministro e líder socialista, António Costa.

António Costa foi o presidente da Câmara de Lisboa entre junho de 2007 e abril de 2015, tendo colocado Fernando Medina como número dois da sua lista nas eleições autárquicas de setembro de 2013.

Além de vice-presidente, Fernando Medina foi responsável pelas pastas das Finanças, dos Recursos Humanos e do Turismo.

Fernando Medina Maciel Almeida Correia, 44 anos, licenciou-se em Economia na Faculdade de Economia da Universidade do Porto (FEP/UP) e tem um mestrado em Sociologia Económica pelo Instituto Superior de Economia e Gestão (ISEG) de Lisboa.

Foi presidente da Federação Académica do Porto (FAP), em 1995 e 1996, enquanto estudava na FEP/UP, onde se licenciou em 1998.

O economista foi assessor do primeiro-ministro António Guterres para as áreas da Educação, Ciência e Tecnologia, entre 2000 e 2002, e é quadro da Agência para o Investimento e Comércio Externo de Portugal (AICEP) desde 2003.

Paralelamente, entre 1999 e 2001, foi membro do Conselho Consultivo da Porto 2001, Capital Europeia da Cultura.

Entre 2005 e 2009, durante o primeiro mandato de José Sócrates como primeiro-ministro, foi secretário de Estado do Emprego e da Formação Profissional. No segundo mandato de Sócrates, entre 2009 e 2011, foi secretário de Estado Adjunto, da Indústria e do Desenvolvimento.

Entre 2011 e 2013, ocupou o lugar de vice-presidente do grupo parlamentar do PS na Assembleia da República, integrando a Comissão de Orçamento e Finanças e a Comissão Eventual de Acompanhamento do Programa de Assistência Económica e Financeira a Portugal.

Em outubro de 2013, deixou o parlamento para assumir funções autárquicas.

Entretanto, a sua chegada a presidente do município foi alvo de críticas por parte da oposição, com os vereadores do PSD e do CDS-PP a questionarem a sua “legitimidade política” para assumir o cargo sem ir a votos.

Atualmente, Fernando Medina pertence ainda ao Secretariado Nacional do PS, órgão executivo do partido liderado por António Costa.

Porque o seu tempo é precioso.

Subscreva a newsletter do SAPO 24.

Porque as notícias não escolhem hora.

Ative as notificações do SAPO 24.

Saiba sempre do que se fala.

Siga o SAPO 24 nas redes sociais. Use a #SAPO24 nas suas publicações.