“A ação surgiu na sequência de um relato de avistamento de um possível engenho explosivo, efetuado por uma equipa de mergulhadores arqueólogos civis a trabalhar naquela área”, refere a AMN em comunicado.

Após várias horas de buscas, na área assinalada, os Mergulhadores Sapadores da Marinha detetaram e identificaram dois projéteis de artilharia enterrados no local, que foram “prontamente inativados”.

“Alerta-se para o perigo inerente a este tipo de engenhos que são, por vezes, encontrados na nossa costa, normalmente com alto grau de corrosão, pelo que qualquer avistamento deverá ser sempre relatado à Autoridade Marítima Nacional e tratado como sendo um engenho explosivo real e perigoso, não devendo ser manuseado ou movimentado”, acrescenta.

Newsletter

As notí­cias não escolhem hora, mas o seu tempo é precioso. O SAPO 24 leva ao seu email a informação que realmente importa comentada pelos nossos cronistas.

Notificações

Porque as noticias não escolhem hora e o seu tempo é precioso.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.